SOGRO É PRESO POR ESTUPRAR A PROPRIA NORA DE 16 ANOS - Jornal Centro Oeste

Home Top Ad


sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

SOGRO É PRESO POR ESTUPRAR A PROPRIA NORA DE 16 ANOS


A brutalidade de alguns crimes choca pelos seus atos contra pessoas que, em muitas das vezes, não tem como se defender da garra de bandidos, assassinos e estupradores que agem friamente na execução de seus planos e atos ilícitos. Todos os dias várias mulheres, adolescentes e crianças são violentadas sexualmente. Muitos desses atos ilícitos são cometidos por pessoas próximas, de dentro de sua residência.

Nesse cotidiano de violência contra mulheres, crianças e adolescentes, um indivíduo foi preso em flagrante pelas autoridades na quarta-feira (25), na cidade de Cerejeiras, em Rondônia (RO). O homem de 44 anos, cujo nome não foi revelado pelas autoridades, é o principal suspeito de ter violentado sexualmente a esposa de seu filho, uma adolescente de apenas 16 anos. O abuso aconteceu dentro da residência onde ambos moram.

Segundo informações repassadas pela polícia, o filho do acusado, um jovem de 19 anos, estava ausente. Ainda, de acordo com a polícia, ao retornar para a sua residência de madrugada ele flagrou o suspeito tentando obrigar a sua esposa a fazer sexo oral nele. O homem estava completamente nu e ao mesmo tempo segurava a vítima pelos cabelos, enquanto a mesma gritava para que ele parasse. Ao presenciar a cena, o filho do acusado acionou a polícia relatando o que tinha acontecido.

Diante da situação, uma viatura da polícia foi até o local e o homem foi preso em flagrante, em seguida encaminhado para a delegacia da cidade. Conforme consta no depoimento da vítima, o suspeito usou de força física, para apertar os seus seios e acariciar suas partes íntimas. Em seguida, teria a segurado com força pela cabeça, a forçando a fazer sexo oral. Ainda de acordo com o depoimento da vítima, não é a primeira vez que ela é violentada pelo sogro.

Entretanto, o sogro nega todas as acusações feitas pelo filho e pela nora. A adolescente relatou para a polícia que já está morando com o filho do acusado há mais de 2 anos. Conforme a polícia, os envolvidos são usuários de drogas. O meliante foi levado para a cadeia pública, onde permanece à disposição da justiça.